CONTEÚDOS ABORDADOS:

Evangelização de Bebês | Evangelização no Ventre
Evangelização na Pré-concepção | Evangelização Plena

Evangelização de Bebês

  • Fundamentação evangélico-doutrinária da Evangelização de Bebês;
  • Aspectos do desenvolvimento infantil, tanto no plano material quanto espiritual;
  • Desafios do trabalho: pais em sala, materiais e recursos didáticos, equipe de trabalhadores.
  • Estruturação das atividades com bebês.
  • Influência deste trabalho nas outras faixas etárias da Evangelização da Infância/ Juventude.
  • Troca de experiências sobre a temática.

Evangelização no Ventre

  • Fundamentação evangélico-doutrinária da Evangelização no Ventre;
  • Acolhimento dos futuros pais, refletindo quanto à chegada do espírito eterno que ingressa no ambiente familiar.
  • Estimular o sentimento de segurança ao espírito reencarnante para que se sinta amado e protegido pelos pais e por Deus.
  • Lembrar ao espírito quem ele é, estimular seus potenciais eternos.
  • Trabalhar o vínculo afetivo entre os pais e o espírito reencarnante tendo como base a mensagem de Jesus.

Evangelização na Pré-concepção

  • Fundamentação evangélico-doutrinária da Evangelização na Pré Concepção;
  • Auxiliar a tríade mãe, pai e filho(s) no processos que envolvem a concepção sob o olhar da reencarnação.
  • O preparo do casal no que diz respeito a aproximação do espirito reencarnante, estabelecendo novos vínculos e combinados.
  • Estimular a maternidade e a paternidade conscientes quanto a educação dos sentimentos trabalhando a nossa vontade em consonância com a vontade de Deus.

Evangelização Plena

  • Fundamentação evangélico-doutrinária da Evangelização Plena;
  • A evangelização que chamamos de plena tem por característica principal trabalhar com diversas faixas etárias juntas. Ela é uma alternativa e também um caminho para unirmos crianças, jovens, adultos e mesmo idosos em torno de uma evangelização de características bem vivenciais.
  • É uma excelente alternativa para casas pequenas onde a separação por faixa etária se torna inviável, mas também um caminho porque pode ser adotada como metodologia de trabalho.
  • Todos estão inseridos no processo evangelizador desde o evangelizador que será um facilitador do processo até os pais que acompanham suas crianças e mesmo os adolescentes que se integram no processo das atividades de forma mais ativa, estimulando os mais novos e auxiliando nas atividades.
  • O objetivo é vivenciar diversas dinâmicas, que juntas formarão um bloco evangelizador, onde todos podem experimentar sentimentos diversos, transpondo-os para reflexão do seu processo individual. A atividade artística é também um recurso constante de aprimoramento íntimo e de reflexão na Evangelização Plena.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho